4 cuidados que você tem que ter com o banco de couro do carro

Item considerado de luxo e bastante desejado por motoristas do mundo inteiro, é bem verdade que o banco de couro suja menos e é mais fácil de ser conservado limpo que os bancos normais revestidos de tecido. Entretanto, isso está longe de representar que você não precisa se preocupar com esse detalhe do seu veículo, pois um banco de couro malconservado ou limpo de maneira errada fatalmente acabará ressecado, desbotado, apresentando fissuras e outras imperfeições.

Possui bancos de couro em seu carro, mas não sabe a maneira certa de conservá-los e de realizar sua manutenção? Então confira estas quatro dicas para cuidar do banco de couro do seu carro!

1. Mantenha o banco de couro hidratado

Feito por você mesmo ou por profissional especializado, periodicamente o couro do veículo deve ser hidratado, para evitar ressecamento e consequentes fragilização e diminuição de sua vida útil.

O tempo entre uma hidratação e outra gira em torno de seis meses a um ano, variando de acordo com a umidade e o clima de sua região, além da exposição solar à qual o veículo é submetido. Contudo, não importa se o banco é revestido com couro sintético ou couro legítimo, a hidratação desse composto é um cuidado imprescindível.

2. Conheça o procedimento de hidratação

Mesmo que não seja você mesmo o responsável por hidratar o couro do banco, é extremamente necessário que conheça tal procedimento porque isso o tornará apto a escolher o profissional certo para realizar o trabalho.

São necessários cuidados antes da aplicação do produto hidradante, como a limpeza dos bancos com sabão neutro, por exemplo. Durante a aplicação, é importante a escolha de um produto refinado e que possua maior poder de penetração no couro. Também após a aplicação, atenção com o tempo necessário para retirar o excesso.

Em momento algum se deve utilizar um produto que contenha álcool ou seja derivado do petróleo, porque desgastará o material e reduzirá sua vida útil consideravelmente. É de extrema importância que você garanta que cada passo seja devidamente cumprido, pois o resultado final depende de cada uma dessas etapas.

3. Limpeza

A tonalidade do couro possui influência direta sobre o período de tempo entre uma limpeza e outra, assim como também define o produto e a forma mais adequada de se realizar tal limpeza. Se o couro for mais claro, por exemplo, o ideal é limpar toda semana com pano úmido e sabão neutro — nada de álcool nem derivados do petróleo. Se o couro for mais escuro, deve bastar um pano úmido ou até mesmo seco, só para tirar a poeira, de duas em duas semanas.

4. Evite exposição ao sol

Excesso de sol e bancos de couro definitivamente não combinam. Deixar o seu veículo recorrentemente nessa condição trará inúmeros malefícios ao couro, como ressecamento, quebras e rachaduras, perda de brilho etc. Esse cuidado deve ser mais intenso nos bancos revestidos com couro sintético, ainda mais suscetíveis aos danos causados pelo sol.

É apaixonado por carros tanto quanto nós? Então não deixe de acessar e curtir nossa página no Facebook para ter acesso a outras dicas, fotos, vídeos, curiosidades e muito mais sobre o universo de automóveis de luxo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *