Descubra 4 mitos populares sobre cuidados com o carro

Quando alguém compra um carro novo é comum que amigos e familiares venham com uma série de recomendações sobre como cuidar do veículo corretamente. Muita gente acredita ser especialista no assunto, mas é preciso saber filtrar as informações e reter somente o que realmente pode ser útil para manter a conservação do seu patrimônio.

Existem muitos mitos sobre cuidados com o carro e é importante estar atento para não acreditar em tudo o que falam, ou você vai perder tempo e dinheiro sem necessidade. No post de hoje vamos comentar alguns dos mitos mais comuns sobre cuidados com o carro. Confira!

Antes de sair é preciso aquecer o motor

Esse é um dos mitos mais populares e encarados como verdade absoluta sobre cuidados com o carro. Antigamente realmente havia a necessidade de aquecer os motores, principalmente em carros a álcool que não tinham um bom funcionamento com o motor frio. Já faz algumas décadas, no entanto, que o procedimento correto é ligar o carro e sair normalmente.

Dessa forma, além de economizar combustível, é possível obter uma redução de poluentes distribuídos na atmosfera. Esqueça o ritual de deixar o carro esquentando durante cinco ou dez minutos antes de sair de casa! A não ser que você tenha um carro um pouco mais antigo  e movido a álcool, simplesmente ligue o motor e dê partida normalmente!

Carro flex deve rodar com um único combustível

Um veículo que possui esta característica pode rodar com qualquer mistura de álcool e gasolina, no percentual que o motorista desejar. Mais álcool ou mais gasolina não é uma informação importante para o desempenho do automóvel e nem compromete componentes.

Muitas pessoas dizem que para trocar de combustível é preciso esperar para que o tanque esteja vazio antes. Outras dizem que se o carro se acostumou com gasolina não poderá mais ser utilizado o álcool e vice-versa. Mentira! Antes de abastecer só é importante avaliar o custo dos combustíveis. O álcool, apesar de ser mais barato, é consumido mais rápido que a gasolina e, para compensar abastecer o carro com álcool, é necessário que este esteja em média 70% mais barato que a gasolina.

Se o motor não funcionar, empurre para pegar “no tranco”

Se o motor não está funcionando normalmente é porque está com algum problema. Fazer o carro pegar no tranco, então, poderá agravar a situação. Confira se alguma luz do painel acende ao virar a chave e tente verificar se o problema é com a bateria.

O procedimento de fazer pegar no tranco deve ser utilizado somente como última opção, caso esteja à noite na rua ou para levar o carro ao mecânico, por exemplo. Não deixe que isso se torne rotineiro, pois isso pode trancar o motor e acarretar em gastos inesperados.

Ar condicionado ligado gasta o gás

Muitas pessoas não ligam o ar condicionado do veículo para economizar o gás. Esse é um mito que não faz o menor sentido, mas por incrível que pareça, tem quem acredite ser verdade. Outro equívoco que pega muita gente é o de que o gás tem prazo de validade e que precisa ser trocado de tempos em tempos.

Na verdade, não há necessidade de completar e nem de repor o gás do ar condicionado: se ele estiver vazando é porque existe algum defeito no sistema de refrigeração. Se tudo estiver funcionando corretamente, o gás poderá durar por toda a vida útil do veículo.

Cuidar do carro corretamente e fazer manutenções corretivas no tempo adequado é de suma importância para manter o veículo em boas condições e para garantir a segurança dos passageiros. No entanto, é preciso ficar atento aos mitos sobre cuidados com o carro para não acabar gastando sem necessidade.

Gostou do post? Acompanhe o nosso blog para ficar antenado às novidades! Assine já a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *