Conheça os diferentes tipos de pinturas automotivas

Na hora de comprar um carro, vários aspectos são levados em consideração: quanto ele consome, se o veículo possui direção hidráulica e quais são os seus itens de segurança, por exemplo. Mas há um elemento que muitas vezes é escolhido por mero gosto estético do comprador: a pintura.

No entanto, você sabe qual é a diferença entre os principais tipos de pinturas automotivas, os benefícios de cada uma delas e os cuidados a serem tomados para sua conservação? Continue acompanhando este post e confira!

Pintura sólida

Essa modalidade de pintura, também conhecida como “lisa”, é a mais popular entre os veículos comercializados no Brasil. A tinta utiliza apenas pigmentos de cores, o que deixa o valor do veículo mais barato, visto que ela é oferecida sem custo adicional nas configurações básicas do carro; em contrapartida, possui uma variedade menor de tonalidades. Geralmente, as tintas são oferecidas nas cores branca, vermelha e preta.

Pintura metálica

Como o nome já diz, essa pintura recebe alguns elementos metálicos em sua composição, normalmente pó ou flocos de alumínio. Visualmente, a maior diferença entre as pinturas metálica e sólida é a forma como a luz reflete na superfície do carro, deixando a carroceria mais brilhante e aquele aspecto de carro novo por mais tempo.

Mas é importante manter os cuidados com a lataria: lembre-se de que o sol é um dos maiores vilões da pintura.

Pintura perolizada

Essa é a opção mais cara entre as apresentadas neste post. Ela recebe pó de pérola e partículas de mica (um pigmento de origem mineral) em sua composição. O que isso traz de inovação para a pintura? As opções de tonalidade são mais intensas e oferecem um colorido a mais para o seu veículo. Dependendo da incidência de luz e do ângulo de visão, pode-se perceber até três cores na lataria.

Agora que você conhece os principais tipos de pinturas automotivas, não se esqueça de levar esse tópico em conta na hora de escolher o seu carro. A pintura influencia não somente no valor, mas na manutenção e no aspecto visual do seu veículo.

Lembre-se: independentemente da opção que você escolher, cuidar da pintura é essencial. Um arranhão pode desvalorizar bastante o seu carro se não for reparado no tempo certo e da maneira correta, com possibilidades de oxidação no local.

Para manter a pintura do seu carro sempre conservada, lave-o sempre. Assim, você evita o acúmulo de poeira, barro, areia, entre outros resíduos. Além disso, nunca deixe o veículo secando no sol, pois ele pode ficar com marcas na lataria. Por último, faça o polimento e encere com regularidade.

E então, gostou do nosso post sobre tipos de pinturas automotivas? Se tiver alguma dúvida ou dica para manter a pintura do seu carro sempre conservada, conte para nós nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *